7 motivos para escolher o aço inox

7 motivos para escolher o aço inox

Quem diria que a invenção de Harry Brearley (1871-1948), no início do século XX, a partir de um projeto voltado para melhoramento da resistência das armas, causaria uma revolução mundial na indústria.

A princípio uma opção para a fabricação de talheres, uma vez que esse material não reagia aos ácidos presentes em muitos alimentos, a versatilidade do aço inoxidável fez com que essa importante matéria-prima esteja presente em todos os lugares do mundo: grandes construções, obras de arte, residências, indústrias; dos pequenos aos grandes detalhes, como um revestimento inox total de uma fachada, como em um parafuso.

Essa notória presença mundial na construção civil se dá pelas diversas características inerentes ao próprio inox, as quais permitem que ele seja utilizado amplamente em diferentes segmentos com distintas aplicações. Por exemplo, uma bancada em aço inox pode tanto atender a laboratórios, com manipulações variadas de elementos que outros materiais não suportariam, como uma bancada em aço inox pode ser instalada em uma cozinha industrial para o preparo de alimentos.

Para ajudá-lo a entender a importância dessa matéria-prima, a Projinox lista sete motivos para escolher o aço inox.

1- Resistência à oxidação

A principal característica do inox. Somente é possível graças a presença do cromo em sua composição, que cria no aço uma camada passiva protetora e invisível, que guarda o inox da ação natural que o oxigênio causa no aço.

Isso confere ao inox maior durabilidade, se comparado com outros materiais presentes no mercado. É recomendado, inclusive, em regiões litorâneas, onde a forte ressalga atua e danifica diversos equipamentos.

A película do inox é regenerativa, mas vale ressaltar que uma vez que a camada passiva sofre danos por tratamento térmico, soldagem ou exposição a outro meio corrosivo e até por excessiva sujeira, passa a ser necessário um tratamento de “repassivação”, feita por profissionais da área. Se quando não tomada as devidas providências, os danos podem ser permanentes.

2- Variedade nos tipos de inox

Desde que Harry Brearley entendeu que a adição de cromo criaria no aço uma película protetora chamada camada passiva, que impediria o oxigênio de causar reação no material, muitos outros pesquisadores passaram a se debruçar em melhorar a composição dessa matéria-prima. Com o passar dos anos, diversos outros elementos, em quantidades variáveis, foram sendo acrescentadas, dando diferentes níveis de proteção ao aço inox.

Hoje, as três famílias de aço inox são os austeníticos, ferríticos e martensíticos. Esses três tipos se classificam em diversas linhas com diferentes aplicações, como o 304 voltado para áreas laboratoriais, hospitalares, navais e alimentícias, por conter uma adição maior de cromo em sua composição, logo tendo maior resistência à oxidação. No entanto, para ambientes com forte ação da maresia, ou ainda equipamentos que serão utilizados para manipulação de substâncias mais fortes, o 316 é o recomendado, por conta do molibdênio, elemento que potencializa a resistência à corrosão.

É importante saber que o termo usado para classificar as diferentes composições do inox é a norma AISI (American Iron and Steel Institute). Vale ressaltar a orientação profissional para a escolha correta do tipo de inox e não incorrer em problemas futuros com a aplicação indevida.

3- Limpeza

O aço inox proporciona facilidade na hora da limpeza. Por contar com uma superfície livre de porosidade, basta sabão neutro e água para executar uma higienização dentro das normas de órgãos de vigilância sanitária mundiais, como a brasileira Anvisa.

4- Alta higiene

Com a baixa rugosidade de sua superfície, o inox não conta com fissuras onde microrganismos danosos à saúde possam se proliferar, causando quadros de infecção hospitalar ou contaminação cruzada. Essa particularidade do inox o torna ideal para ambientes de saúde, laboratoriais e alimentícios.

5- Material inerte

O inox não reage a substâncias ou materiais manipulados sobre ele, ou seja, em contato com líquidos e secreções, por exemplo, uma mesa inox não modifica a cor, odor e demais características desses elementos.

6- Resistência às intempéries do tempo

O aço inox pode ser utilizado tanto em ambientes internos como externos, resistindo às intempéries do tempo como sol e chuva, mesmo quando bruscas. É ainda possível utilizar o inox tanto em locais de extremo frio, com freezers, ou altas temperaturas, como fornos, sem perder as suas propriedades.

7- Elegância

Hoje em dia o inox está cada vez mais presente em diferentes áreas, sobretudo quando o assunto é decoração. Por contar com uma cor neutra, proporciona ao ambiente modernidade e elegância, combinando bem com ambientes de diferentes estilos, como vintage ou algo mais atual.

Conclusão

Não é à toa que o aço inox é uma das principais matérias-primas para o mundo da construção civil, estando presente em diferentes segmentos.

Localizada em Guarulhos, a Projinox atua no mercado desde os anos 2000 com soluções personalizadas em aço inox para diferentes segmentos. A empresa tem apostado em constantes melhorias para aperfeiçoamento de seus processos e inovação na entrega de seus produtos com destaque para a versatilidade com que trabalha suas soluções, disponibilizando medição in loco e engenheiros que desenvolvem projetos exclusivos para atendimento às necessidades de cada cliente.

A Projinox conta com atendimento nacional, entregando e instalando seus produtos em todo o Brasil, a exemplo do Aeroporto de Florianópolis ou ainda da fábrica da Ambev, em Sete Lagoas, Minas Gerais, onde executou projetos completos exclusivos de aço inox, entregando beleza e durabilidade a essas duas obras importantes para o País.

Segmentos atendidos pela Projinox

  • Cozinha Industrial;
  • Hospitalar;
  • Laboratorial;
  • Prédio Comercial;
  • Construção Civil;
  • Acessibilidade;
  • Hotelaria;
  • Pet shop.

Gostou? compartilhe!

Whatsapp PROJINOX